Qual será o hit do Carnaval 2020? Conheça as apostas, as histórias e as tendências do verão

Os donos das 10 apostas a hit do carnaval 2020. No sentido horário: Thiaguinho MT, Milla e JS, de ‘Tudo ok’; Pabllo Vittar, de ‘Amor de que’; Dadá Boladão, Jottapê e Dadá Boladão, de ‘Paredão’; Tony Salles do Parangolé, de ‘Ela não quer guerra com ninguém’; JS, Pedro Sampaio e Felipe Original, de ‘Sentadão’; MC Ingryd, de ‘Vem me satisfazer’; Anitta, Lexa, Luísa Sonza e Rebecca, de ‘Combatchy’; Tati Zaqui, Dadá Boladão e OIK, de ‘Surtada’; Anitta e Léo Santtana, de Contatinho, e MC Lya e MC Henny, de ‘Virgem’ — Foto: Divulgação

Podcast lista de 12 músicas que chegam mais fortes para este carnaval. ‘Verão do remix’ vai de brega-funk acelerado a pagodão moderado, com Pabllo, Anitta, Pedro Sampaio, Parangolé…

O carnaval 2020 tem o “Paredão”, o “Sentadão”, a mulher “Surtada” e a que está com “Tudo ok”. Tem brega-funk acelerado, pagodão moderado, arrocha renovado e tudo isso remixado.

G1 listou 10 apostas de hit para este carnaval – e mais duas faixas bônus. Ouça o podcast acima e leia mais abaixo. Só depois da festa vai dar para avaliar a vencedora, mas essas são as faixas que largam na frente.

A lista se baseia em rankings e tendências de streaming – mas só inclui músicas festivas e dançantes, com cara de carnaval, deixando de lado os vários sucessos atuais de sertanejo choroso.

10 – ‘Contatinho’ – Anitta e Léo Santana

Léo Santana é a segunda atração convidada do ensaio de Anitta em Salvador — Foto: Divulgação
Léo Santana é a segunda atração convidada do ensaio de Anitta em Salvador — Foto: Divulgação

Léo Santana é a segunda atração convidada do ensaio de Anitta em Salvador — Foto: Divulgação

O clipe foi lançado em setembro de 2019, e poderia ter ficado velho até o carnaval. Mas a faixa ainda toca bastante – inclusive em um site de streaming forte no mercado da Bahia, o Sua Música.

Os dois são veteranos de hits de carnaval. Léo é a voz de “Rebolation”, fenômeno de 2009, quando ele liderava o Parangolé. E Anitta fez bonito em 2018 com “Vai malandra” – no som quanto nas fantasias que imitavam o clipe.

A união de um gigante do carnaval de Salvador com a líder da legião dos “Anitters” pode ajudar a arrastar o resto do Brasil.

9 – “Virgem” – MC Henny e MC Lya

MC Henny e MC Ingryd, de 'Virgem' — Foto: Divulgação

MC Henny e MC Ingryd, de ‘Virgem’ — Foto: Divulgação

“Virgem” ainda não está entre as mais tocadas, mas sobe rápido nas paradas de virais – as faixas que estão despontando. Pode não dar tempo de ser o maior hit, mas a música das duas jovens MCs paulistas tem tudo pra crescer.

Ainda mais que ela toca bem em duas versões – a inicial e o remix brega-funk (mesmo que a original já seja neste ritmo). Isso comprova uma das marcas de 2020: esse é o carnaval do remix. Quase todas as músicas aqui tem inúmeras variações oficiais e não-autorizadas.

8 – ‘Amor de que’ – Pabllo Vittar

Pabllo Vittar se apresenta em evento na sede da ONU em Nova York — Foto: Ernna Cost/Divulgação

Pabllo Vittar se apresenta em evento na sede da ONU em Nova York — Foto: Ernna Cost/Divulgação

Pabllo teve um dos hits do carnaval de 2017, “Todo dia”. Era uma parceria com o rapper Rico Dalasam, que depois deu em briga e foi excluída da internet. Pelo menos deu pra ver que Pabllo e carnaval combinam.

Em 2020 ela chega com duas músicas bem tocadas. Tem “Parabéns”, com o Márcio Victor. Mas o que está tocando mais pelo Brasil é o saxofone safado de “Amor de que”, além do ótimo refrão sobre uma relação sem compromisso que tem tudo a ver com amor de verão.

7 – ‘Surtada’ – Dadá Boladão, Tati Zaqui, OIK e JS O Mão de Ouro

Dadá Boladão, Tati Zaqui e OIK no clipe de 'Surtada' — Foto: Reprodução/Instagram/DadáBoladão
Dadá Boladão, Tati Zaqui e OIK no clipe de 'Surtada' — Foto: Reprodução/Instagram/DadáBoladão

Dadá Boladão, Tati Zaqui e OIK no clipe de ‘Surtada’ — Foto: Reprodução/Instagram/DadáBoladão

Outra mais antiga e que deve tocar sem parar nesse carnaval é “Surtada”. Tem a paulistana Tati Zaqui, a batida onipresente do brega-funk pernambucano e um pouco de rap.

A música é um remix de uma faixa do grupo de rap Calibre 2.1, com vocal do OIK. Ela ganhou toque pernambucano com o Dadá Boladão e o DJ JS.

A faixa que já é um remix ganhou outro remix que viraliza na véspera do carnaval, em ritmo de pisadinha, assinado pelo paraibano Biu do Piseiro. Ele fez versões de outras músicas dessa lista, como “Vem me satisfazer”.

6 – “Paredão – Kevinho, Jottapê e Dadá Boladão

Kevinho no Planeta Atlântida 2020. — Foto: Diego Vara/ Agência Preview

Kevinho no Planeta Atlântida 2020. — Foto: Diego Vara/ Agência Preview

A segunda faixa seguida com o pernambucano Dadá Boladão nesta lista também saiu da empresa de funk paulista Kondzilla. “Paredão” parece feita em laboratório para Carnaval 2020, como se jogasse todos os possíveis hits no liquidificador.

O lançamento foi em dezembro e o ritmo é, claro, de brega-funk. Tem um som um pouco mais polido e bem acabado, feito por um grupo de produtores musicais do Rio chamado Hitmaker (sempre citados em músicas do Kevinho).

5 – ‘Ela não quer guerra com ninguém’ – Parangolé

Parangolé lança clipe de aposta para o carnaval 2020, com Tony Salles junto da esposa, Scheila Carvalho — Foto: Reprodução/Youtube

Parangolé lança clipe de aposta para o carnaval 2020, com Tony Salles junto da esposa, Scheila Carvalho — Foto: Reprodução/Youtube

Enquanto todo mundo está acelerando as batidas, essa música é mais lenta – um respiro no meio dos funks frenéticos.

Tony Salles, líder do Parangolé, pode alcançar a façanha de um bicampeonato seguido no carnaval de Salvador – ele já teve a música campeã de 2019, “Abaixa que é tiro”.

A candidatura foi por aclamação popular. Essa não era a música que Parangolé tinha planejado de trabalhar no carnaval. Mas eles notaram a reação boa do público nos shows e mudaram de última hora. Correram até para gravar um clipe que inclui Sheila Carvalho, esposa de Tony.

4 – ‘Combatchy’ – Anitta, Lexa, Luisa Sonza e Rebecca

Lexa, Rebecca, Anitta e Luísa Sonza em 'Combatchy' — Foto: Divulgação

Lexa, Rebecca, Anitta e Luísa Sonza em ‘Combatchy’ — Foto: Divulgação

Como comprova a foto que abre esta reportagem, quase todos os candidatos a hits do carnaval 2020 são feats, com dois ou mais artistas. Esse apostou logo em quatro.

É outro trabalho do grupo carioca de produtores Hitmaker aqui. A ideia é boa e deve inspirar muitas imitações desse embate pelos blocos Brasil afora.

Todas as quatro cantoras têm outras apostas fortes pro Carnaval. Anitta, Lexa, Rebecca e Luiza Sonza vão ter que competir com a força delas mesmas multiplicada por 4.

3 – “Sentadão” – Pedro Sampaio, JS O Mão de Ouro e Felipe Original

Rodeio de Jaguariúna teve apresentação de Pedro Sampaio — Foto: Julio Cesar Costa

Rodeio de Jaguariúna teve apresentação de Pedro Sampaio — Foto: Julio Cesar Costa

intercâmbio musical entre Nordeste e Sudeste está forte. O terceiro lugar da lista é resultado de um encontro entre o carioca Pedro Sampaio e os pernambucanos JS Mão de Ouro e Felipe Original.

“Sentadão” nasceu de uma viagem de Pedro Sampaio, DJ e cantor de 22 anos, para fazer shows em Pernambuco. A ideia era fazer um remix de alguma música dele com Felipe e JS, mas o carioca ficou “tão à vontade” que pediu para fazer uma faixa original, ele contou ao G1.

2 – ‘Vem me satisfazer’ – MC Ingryd e DJ Henrique da VK

Mc Ingryd, do funk 'Vem me satisfazer' — Foto: Divulgação

Mc Ingryd, do funk ‘Vem me satisfazer’ — Foto: Divulgação

A Ingryd definiu o estilo dela como uma “Kevin o Chris feminina”. Ou seja, mistura o funk acelerado do Rio com melodias suaves. Ela é da Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio, e virou MC quase por acaso.

Ingryd era amiga de uns produtores de rap e eles notaram que ela tinha voz boa, porque aprendeu a cantar na igreja evangélica. Ela já contou a história ao G1.

1 – ‘Tudo ok’ – Thiaguinho MT, Mila e JS O Mão de Ouro

Camila Braga com Thiaguinho MT e JS O Mão de Ouro — Foto: Reprodução/Instagram

Camila Braga com Thiaguinho MT e JS O Mão de Ouro — Foto: Reprodução/Instagram

Mila é uma era uma cantora sertaneja, da dupla Camila e Haniel, mas se jogou no funk. Ela tinha acabado de se divorciar no ano passado. Aí ela deu um adeus triunfal ao ex-estilo musical e ao ex-marido, como contou ao G1.

Mas o compositor da música é o carioca Thiaguinho MT. Foi ele que pensou em misturar a batida do Recife com o arrocha, um ritmo baiano que se misturou com o funk do Rio há uns anos.

É como se fosse um voo pelo Brasil que deu certo com várias conexões: a história da Mila no sertanejo, a mistura carioca e baiana do Thiaguinho e a união Recife-São Paulo do DJ JS O Mão de Ouro.

02:16/05:55

Aprenda antes do carnaval a dançar a coreografia de 'Tudo OK'

Aprenda antes do carnaval a dançar a coreografia de ‘Tudo OK’

E duas faixas bônus…

Não é incomum o carnaval ser tomado por um hit de última hora. Foi assim em 2018, com “Envolvimento”, da MC Loma e as Gêmeas Lacração. Por isso os artistas arriscam também lançamentos no último minuto.

Neste ano há vários exemplos, e dois muito notáveis:

Ludmilla e Ivete Sangalo – ‘Pulando na pipoca’

Capa do single 'Pulando na pipoca', de Ludmilla e Ivete Sangalo — Foto: Rodolfo Magalhães

Capa do single ‘Pulando na pipoca’, de Ludmilla e Ivete Sangalo — Foto: Rodolfo Magalhães

Meio funk carioca 150 bpm, meio axé baiano frenético, a música une duas das artistas com mais poder nos dois carnavais mais poderosos do Brasil.

Anitta, MC Lan e Major Lazer – ‘Rave de favela’

Caricatura MC Lan, Major Lazer (ao centro) e Anitta  — Foto: Reprodução / Instagram MC Lan

Caricatura MC Lan, Major Lazer (ao centro) e Anitta — Foto: Reprodução / Instagram MC Lan

Essa foi realmente no último minuto. No sábado da véspera de carnaval vem ao mundo “Rave de favela”, união de Anitta com o grupo do produtor Diplo e o funkeiro paulista Lan. A música entra em uma onda que está crescendo no cenário do funk brasileiro: sua mistura com música eletrônica. Com muitos remixes, claro.

Fonte: https://g1.globo.com/

Vinicius Silva Sou Vinicius Silva Nascido na cidade de Queimados -RJ mas vim ainda muito pequeno para Minas gerais em São Pedro dos Ferros onde de idas e vindas da minha família entre São Pedro-MG e a Vila Americana -RJ fincamos raízes em São Pedro onde concluir meu ensino fundamental e Médio; fiz faculdade de Administração na FUPAC de Raul Soares-MG e Licenciatura curta de Matemática pela Unifram Viçosa - Cruzeiro Sul; minha vida era comunicar com povo nos eventos da Villas-Produções por minas gerais com radio pela 1º vez foi na Ativa FM em são pedro dos ferros e estou pela 2º vez no programa Cantinho Sertanejo na radio Onda Líder FM em simultâneo com Web-Alternativa-Hits de Rio Casca.

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas